Olá,
gostaria de ser atendido
no Consórcio Tradição!

Home / Blog / Como usar a carta de crédito do Consórcio para quitar meu financiamento?

Como usar a carta de crédito do Consórcio para quitar meu financiamento?

O financiamento é uma forma de aquisição de bens, por meio da obtenção de crédito perante instituições financeiras. No financiamento há contratação de empréstimo com o pagamento de juros abusivos, geralmente em prazos extensos.

A taxa de juros de um financiamento imobiliário pode chegar a 16,17% ao ano. Mas, mesmo assim, muitas pessoas optam pelo financiamento para garantir o uso imediato de um carro ou casa, por exemplo.

O consórcio é uma opção para quem busca uma aquisição com menor custo total, contribuindo para o planejamento financeiro e otimização de recursos.

É possível substituir o financiamento por consórcio?

Uma oportunidade garantida por lei pode ser a solução ideal para quem pretende melhorar as finanças e diminuir o custo final da aquisição de um bem: quitar o financiamento com consórcio.

Nesse tipo de operação financeira, a pessoa contemplada com uma carta de crédito pode utilizar para quitar um financiamento em seu nome, com abatimento dos juros por estar pagando antecipadamente a dívida.

Quem pode fazer?

A quitação do financiamento com consórcio é regulamentada pela lei dos consórcios (Lei nº 11.1795/2008), onde o consorciado(a) com a carta de crédito contemplada, em seu nome pode utilizar para quitar o financiamento.

Os requisitos para que essa operação seja possível são:

– os contratos de financiamento e o grupo de consórcio devem ser posteriores ao ano de 2009 (ano de entrada em vigor da lei);
– os dois contratos devem ser relacionados ao mesmo segmento, ou seja: um contrato de financiamento imobiliário pode ser quitado com uma carta de crédito imobiliário devidamente contemplada;
– a contemplação pode ter ocorrido tanto por sorteio quanto por meio de lance;
– a administradora do consórcio e a instituição financeira precisam concordar com a operação;
– a possibilidade de uso da carta de crédito para quitar o financiamento deve estar prevista em contrato;
– o bem financiado será quitado, deixando de assegurar o financiamento, passando a garantir o contrato de consórcio até sua quitação;
– a carta de crédito contemplada deve possuir valor igual ou superior ao saldo devido à instituição financeira para fins de quitação do financiamento;
– uma carta de crédito contemplada no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) pode ser utilizada para a quitação de financiamento cujo saldo seja R$ 100.000,00 (cem mil reais) ou menos. Caso o saldo para quitação do financiamento seja maior que a carta de crédito, a operação não pode ser realizada.

Quais são os procedimentos?

A pessoa interessada em quitar o financiamento com consórcio deve fazer o seguinte:

– verificar atentamente as condições do contrato de consórcio para quitação de financiamento e realizar a contratação, caso ainda não tenha feito;
– caso haja dúvidas é interessante entrar em contato com o Consórcio Tradição para esclarecê-las antes de fechar negócio;
– depois de contratar o consórcio é necessário  aguardar a contemplação, por sorteio realizado em assembleia de consórcio ou, então, por meio de oferta do lance vencedor;
– procurar a instituição financeira onde foi feito o financiamento e se informar sobre as formalidades para quitar o financiamento com consórcio;
– negociar com o credor do financiamento as condições para quitação. Lembre-se: o consumidor tem direito ao desconto proporcional dos juros da operação sempre que faz quitação antecipada;
– quando souber do valor da quitação, verificar se há enquadramento com o valor da carta contemplada;
– será necessário providenciar uma série de documentos pessoais e do imóvel, bem como o pagamento das despesas da operação, como taxas de cartório e impostos, que podem ser facilitados com a carta de crédito, caso haja valor excedente.

Quais são as vantagens?

Por realizar o pagamento antecipado de sua dívida, você tem direito a desconto nos juros, e o valor que restar na diferença de sua carta de crédito, pode ser utilizado para cobrir as despesas de documentação, como gastos com cartório, taxas de registro imobiliários e tributos da transação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + três =