Home / Blog / 6 dicas básicas de finanças pessoais que você precisa começar agora mesmo

6 dicas básicas de finanças pessoais que você precisa começar agora mesmo

6 dicas de finanças pessoais

A educação financeira é muito importante para o controle do orçamento doméstico e o gasto consciente de seu dinheiro. As pessoas precisam corrigir hábitos nocivos e desenvolver novos para organizar sua vida financeira. Essa não é uma tarefa muito fácil, mas é perfeitamente possível de ser realizada. Confira a seguir, 6 dicas para controle das finanças pessoais que você precisa aplicar agora mesmo!

1. Faça um controle sobre o que recebe e o que gasta

É a famosa relação receita x despesa.  Acompanhe o dinheiro que entra com o salário que você ganha e de qualquer renda adicional (adicionais de trabalho, bônus, serviços informais) e as despesas obrigatórias ou eventuais. Você pode organizar uma planilha, se quiser, para melhor se orientar.

A partir dessa avaliação, você poderá ver se está gastando dentro de seus limites, cortar tudo que for supérfluo e otimizar suas finanças pessoais. Faça o possível para equilibrar essa relação, assumindo despesas de acordo com a renda de que dispõe.

2.Divida as despesas fundamentais

Em uma casa, podem trabalhar uma, duas ou mais pessoas. Aprenda a dividir as despesas fixas e gerais de forma justa. Assim, todos poderão cumprir com a sua parte nos gastos comuns e ter o suficiente para seus gastos pessoais.

3.Prefira comprar à vista

Dê preferência às compras à vista. Hoje, existe muita facilidade para compras parceladas, mas procure não se acostumar a elas. Comprar à vista é uma forma de respeitar os seus limites financeiros e evitar dívidas desnecessárias.

Comprar à vista significa adquirir só aquilo que pode comprar no momento – uma forma eficiente de controlar suas finanças pessoais.

4.Defina suas prioridades

Vivemos em uma sociedade onde basicamente tudo só se consegue com o uso de dinheiro. Portanto, é possível que se você perca diante de tantas opções para gasto. Para isso não acontecer, é necessário definir prioridades: gastos ordinários e gastos extraordinários.

Existem serviços que são indispensáveis para o funcionamento eficiente do lar, como luz, água e telefone. Sem eles, a vida moderna vai se tornar mais difícil. Esses são classificados como gastos ordinários, que são contas regulares com as quais sempre estará comprometido. As compras de supermercado também são indispensáveis, pois envolvem a alimentação e as outras necessidades do lar e também entram nesse grupo. Tudo que não se encaixar na planilha do gasto ordinário será classificado como extraordinário e deverá passar por sua avaliação, para você considerar um gasto importante ou não. Avaliando a importância de cada produto e serviço, vai ser mais fácil controlar suas finanças pessoais.

5.Evite o uso extravagante do cartão

Muitas pessoas dispõem de inúmeros cartões, fazem compras sem controle e enchem-se de dívidas facilmente. Às vezes, ter um único cartão de crédito na carteira pode ser suficiente para controlar suas contas pessoais.

Caso tenha um ou mais cartões, exerça controle rígido sobre eles. Compre com eles somente o que for necessário ou o que puder dispor na ocasião. Não se iluda com as facilidades que o cartão de crédito proporciona, pois podem ser uma grande armadilha para suas finanças pessoais. Se você tem cartões que nem usa, cancele-os imediatamente.

6.Adquira um consórcio

Poupar é muito importante para uma saudável vida financeira. Mas uma maneira certeira para aplicar seu dinheiro é adquirindo um consórcio, em que você pode investir em um bem material de longa duração, como ao comprar um imóvel, de sorte que vai dar início à construção de seu patrimônio.

Há vários benefícios de ter um consórcio. Você não paga um alto valor de entrada no negócio imobiliário, e tem uma taxa de administração mais em conta do que se tivesse que se ater aos juros de um financiamento. Se você já tem dinheiro poupado, pode dar um lance e levar a carta de crédito daquele mês, sem depender do sorteio estipulado no contrato. Sem falar que você pode usar seu FGTS para facilitar.

Com a ajuda dessas dicas você vai ser capaz de controlar suas finanças pessoais e ter bons resultados. Já segue essas dicas ou tem, pelo menos, uma delas na sua rotina? Compartilhe suas experiências com a gente!

 

4 thoughts on “6 dicas básicas de finanças pessoais que você precisa começar agora mesmo

  1. Pingback: 4 dicas para definir prioridades em seu orçamento familiar

  2. Pingback: 4 dicas para quem pretende investir na compra de um automóvel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três − um =