4 dicas para quem pretende investir na compra de um automóvel

2
171 Flares Twitter 0 Facebook 171 Google+ 0 LinkedIn 0 171 Flares ×

 

 

 

 

Comprar um automóvel é um sonho que muita gente compartilha. Afinal, quem não quer ter um meio de transporte que proporcione a possibilidade de ir e vir, passear, sozinho ou acompanhado e que não seja o transporte público?

Um carro pode facilitar (e muito!) a nossa vida diária, seja nos ajudando a ir para o trabalho, fazer compras ou, simplesmente, nos momentos de lazer. Para alguns, um automóvel pode até mesmo ser objeto de trabalho!

Se você está disposto a investir dinheiro na compra de um automóvel novo, então, esse texto é para você. Separamos algumas dicas para ajudar nesse momento de escolha. Descubra a seguir e boa leitura!

Avalie bem as suas necessidades

O passo inicial para quem pretende comprar um automóvel é definir o uso que você vai fazer dele. Um carro serve para muita coisa. Com um veículo de passeio, por exemplo, você pode se locomover  para o trabalho, supermercado, academia, para buscar as crianças na escola, ir para a faculdade. Um carro dessa categoria é pensado para ser compacto e andar bem dentro da cidade.

Mas se o seu objetivo é viajar, pegar estradas diferentes, explorar e conhecer o país, então, você precisa de um modelo mais possante, talvez com um porta malas maior e que esteja preparado para aventuras.

Ou será que você prefere uma mistura dos dois? Quer uma terceira opção, talvez algo mais econômico? Não importa. O que você precisa definir antes de começar suas pesquisas é o uso que você pretende fazer do veículo. Depois, claro, comece buscando modelos que combinem com você, com seu estilo de vida e seu gosto pessoal.

Busque opções para facilitar esse investimento – já ouviu falar de consórcio?

Você com certeza já deve ter ouvido falar no termo consórcio. Se não sabe o que é, nós explicamos. Um consórcio é um grupo de pessoas (e aí pode ser pessoas físicas ou jurídicas) que se juntam com o objetivo de adquirir e partilhar recursos para atingir um objetivo em comum.

Basicamente, funciona da seguinte forma: uma administradora fica responsável por gerir, regulamentar e fiscalizar um determinado grupo de pessoas que contribui mensalmente (com um valor fixo estipulado com base no preço do bem a ser adquirido).  Existem consórcios para diversos fins, porém os mais comuns são para  a compra da casa própria ou do carro.

A ideia é que, por meio de sorteios mensais seja definida a ordem dos contemplados  (aqueles que vão receber o bem naquele período). O cotista também pode optar por dar lances – como num leilão – a fim de tentar resgatar o bem, caso não seja sorteado.

Num consórcio, todos – mais cedo ou mais tarde – terão a posse do objeto financiado. Acontece que uns terão a sorte de receber o item antes dos demais (pela ordem do sorteio). Porém, mesmo que uma pessoa seja contemplada, ela é obrigada  a continuar a fazer pagamentos até o final do contrato, como em qualquer outro tipo de financiamento.

Para quem quer investir na compra de um automóvel, o consórcio é uma ótima opção. Existem administradoras que oferecem essa opção para quem se interessa em participar desse procedimento.

Tenha cuidado com as taxas das revendedoras

Tenha cuidado na hora de fechar o negócio para comprar seu novo veículo para que a concessionária não cobre algumas taxas que não deve cobrar.

Peça para ver o CET (Custo Efetivo Total) do negócio para garantir que a concessionária não está cobrando taxas como a TAC (Tarifa de Abertura de Crédito) a TEC (Tarifa de Emissão de Carnês, a TEB (Tarifa de Emissão de Boleto), TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada), as taxas de retorno, tarifa de análise de crédito e também a tarifa de cessão. Mesmo que esses valores não somem grandes montantes, ainda assim, não devem ser cobrados e você pode economizar não tendo que pagar por eles. Fique atento a esses detalhes.

Decidir o uso que você fará do automóvel, considerar a melhor opção de compra (pagamento à vista, consórcio ou parcelamento) e ter cuidado com taxas ilegais ou abusivas, são as melhores dicas para você garantir que investiu bem o dinheiro na compra de um automóvel. Ah, e vale lembrar que às vezes, o carro “da moda” não é a melhor opção em termos de custo/benefício, então pesquise antes de decidir, sempre!

Essas são algumas dicas para quem quer investir na compra de um automóvel. Com um pouco de empenho e dedicação, não demora nada e você terá seu carro novo na garagem. O que você achou dessas sugestões? Conte para a gente!

Comentários no Facebook

171 Flares Twitter 0 Facebook 171 Google+ 0 LinkedIn 0 171 Flares ×